Retossigmiodoscopia Flexível

A retossigmoidoscopia flexível permite ao seu médico examinar a mucosa do reto e de uma porção do cólon (intestino grosso). Isso é realizado inserindo um tubo flexível da espessura de um dedo em seu ânus e avançando com ele lentamente através do reto e parte do cólon.

Orientações:

Jejum total de 12h de sólidos e líquidos;
30 min antes de sair de casa inserir via retal 02 (dois) Fleet Enema de 250ml (vende em farmácia);
O paciente não deve está mais evacuando antes de sair de casa;
Vir acompanhado, não dirigir após o exame;
Apresentar RG e solicitação médica;
Chegar com 15 min de antecedência;
Trazer exames de endoscopias anteriores;

CONTINUAR medicações:

1. HIPERTENSÃO ARTERIAL: deverá ser ingerido com o mínimo de água pela manhã. Aproximadamente às 6h, mesmo com o procedimento marcado no período da manhã;

2. ANTIBIÓTICO: deverá ser ingerido com pequena quantidade de água. 

SUSPENDER medicações:

1. DIABETES: Hipoglicemiantes (insulina®, Daonil®, Diabinese® etc).

2. ANTICOAGULANTES: (Merevan® etc): solicitar orientação ao seu médico.

3. ANTINFLAMATÓRIOS: (Aspirina®, AAS® etc.): solicitar orientação ao seu médico.

4. ANTIÁCIDOS: não usar nas 12 horas que antecedem o procedimento.

 

CONTRAINDICAÇÕES para a marcação:

· NÃO realizamos o exame em pacientes menores de 16 anos e acima de 70 anos.

· NÃO realizamos o exame em pacientes obesos, acima de 100 kg.

· Gestantes somente realizam o exame em ambiente hospitalar.

CONTRAINDICAÇÕES para a marcação de ENDOSCOPIA DIGESTIVA:

Obs: informar com antecedência, antes de confirmar a marcação, à Coordenadora de Enfermagem:

1. Cardiopatias:

a) Insuficiência cardíaca

b) Revascularização recente (até 6 meses)

2. Pneumopatas severos:

a) Usuários de “Bombinhas” / Nebulização

b) DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica)

3. Neurológicos:

a) Sequelados de AVC e Pós TCE

b) Alzheimer

c) Parkinson

d) Epilepsia / Crise convulsiva

e) Demênsia Senil

f) Status pós parada Cárdio-respiratória.

4. Hepatopatas:

a) Cirrose / DPCF (Doença Parenquimatosa Crônica do Fígado)

5. Nefropatas em Hemodiálise

6. Diabéticos / Insulino Dependentes

Internados e PA’s com as co-morbidades descritas acima.